Simpósio internacional lança revista ABC Heart Failure & Cardiomyopathy

Publicação da família ABC Cardiol será trimestral e trará artigos científicos dos temas mais atuais nas áreas de insuficiência cardíaca e miocardiopatia. Evento online ocorre no dia 8 de julho, às 20h


A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), através de seu Departamento de Insuficiência Cardíaca (DEIC), realiza nesta quinta-feira, 8 de julho, às 20h, o lançamento do periódico ABC Heart Failure & Cardiomyopathy. Será um momento histórico para a ciência e a pesquisa brasileiras, com a participação de convidados nacionais e internacionais. Inscrições gratuitas AQUI.


“Estaremos lançando um periódico científico, em inglês, envolvendo insuficiência cardíaca e miocardiopatia, que já nasce na família dos Arquivos Brasileiros de Cardiologia – ABC Cardiol. Contaremos com a participação de membros internacionais da Sociedade Interamericana de Cardiologia, instituição que congrega todas as sociedades de cardiologia, do Canadá ao Chile. A publicação visa a internacionalização da ciência brasileira e do DEIC, bem como do Grupo de Estudos de Miocardiopatias (GEMIC)”, antecipa o presidente do DEIC/SBC, Evandro Tinoco Mesquita.


O periódico ABC Heart Failure & Cardiomyopathy será trimestral e sua primeira edição já trará artigos científicos dos temas mais atuais nas áreas de insuficiência cardíaca e miocardiopatia.


A insuficiência cardíaca atinge cerca de três milhões de brasileiros e se manifesta através de sintomas como falta de ar, fadiga e inchaço dos pés e pernas. Também conhecida como "doença do coração fraco", ela é a terceira causa de internação em pacientes com mais de 60 anos, estando presente em até 10% dos indivíduos com idade superior a 65 anos.


O evento terá palestras do diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e presidente da World Heart Federation (WHF), Fausto Pinto; do presidente da Sociedade Interamericana de Cardiologia, Álvaro Liprandi; do editor-chefe do ABC Cardiol e presidente do Departamento de Imagem Cardiovascular (DIC/SBC), Carlos Rochitte; do editor-chefe do ICJS e professor associado da Universidade Federal Fluminense, Claudio Tinoco; do presidente do DEIC/SBC e coordenador da Universidade do Coração, Evandro Tinoco Mesquita; da professora titular da Escola de Medicina da PUC/RS, Lidia Zytynski; e do presidente do Grupo de Estudos em Miocardiopatias, do DEIC/SBC, Marcus Simões.


A abertura será feita pelo presidente da SBC, Celso Amodeo, e a moderação será da diretora-científica do DEIC/SBC, Fabiana Marcondes, com o professor titular de cardiologia da Universidade Federal do Maranhão, José Albuquerque.


Em 2020, o DEIC/SBC completou 20 anos, e representa um robusto legado nas áreas de atividades científicas e associativismo da cardiologia brasileira. Sua construção foi um marco no enfrentamento da insuficiência cardíaca, cuja prevalência vem aumentando globalmente, sendo a líder de hospitalização no mundo.


“O DEIC, após duas décadas de existência e tendo se consagrado como um departamento com mais de 1.200 associados, é reconhecido como líder na educação e na produção científica da área de insuficiência cardíaca e uma liderança que está apta para representar o Brasil e a América Latina no cenário da insuficiência cardíaca, um problema que atinge mais de 40 milhões de pessoas ao redor do mundo”, ressalta Mesquita.


Segundo ele, a pesquisa científica, as boas práticas clínicas e o olhar multidisciplinar exigiram a criação de uma revista como essa, reunindo aspectos importantes para os profissionais de saúde e pesquisadores nas áreas de insuficiência cardíaca e miocardiopatia.


A insuficiência cardíaca deve ser encarada como uma doença crônica que pode apresentar remissão, mas não a cura e, por isso, os cuidados devem ser contínuos e com uma combinação de tratamentos medicamentoso e não medicamentoso.

O moderno tratamento exige uma abordagem multidisciplinar integrada, onde os médicos de família têm um papel importante, assim como o acesso aos cuidados e à tecnologia, como é o caso dos peptídeos natriuréticos, que ajudam os profissionais a detectar o aumento da pressão no coração, o status de congestão, e o ecocardiograma, que avalia a morfologia e a função cardíaca de uma maneira pormenorizada.


Participe do Simpósio Internacional de lançamento do periódico ABC Heart Failure & Cardiomyopathy. Dia 8 de juho, às 20h.


Inscreva-se gratuitamente: https://cutt.ly/Revista-ABC-DEIC

95 visualizações