SBC lança primeiro curso para enfermeiros que atuam na área cardiológica

Através da Universidade do Coração, a capacitação “Prática baseada em evidências na enfermagem cardiológica” tem carga horária de 30h e ocorre no formato EAD

Para integrar os profissionais no atendimento à saúde, valorizando o trabalho dos enfermeiros, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), através da Universidade do Coração, lança o curso “Prática baseada em evidências na enfermagem cardiológica”.

Com carga horária de 30 horas, no formato EAD (educação à distância), a capacitação é voltada para enfermeiros atuantes no tratamento de pacientes na área clínica e cirúrgica em cardiologia. É a primeira voltada à profissão.

Evandro Tinoco Mesquita, coordenador da Universidade do Coração, explica que o cardiologista não consegue mais cuidar da complexidade do paciente sozinho, já que o crescimento das comorbidades é um grande problema. “Os enfermeiros foram construindo uma base de evidência científica do cuidado em enfermagem, oferecendo uma importante assistência aos médicos”, conta.

Para Mesquita, a SBC não pode deixar de aproximar esses profissionais do desafio de cuidar das doenças do coração, enfermidades que mais matam no Brasil. “Temos um papel importante de reforçar a liderança dos enfermeiros e, obviamente, as boas práticas. A enfermagem tem muito a nos ensinar. Muitas situações podem ser tratadas com o cardiologista de um lado e o enfermeiro do outro, ombro a ombro”, ratifica.

O curso tem como coordenadora a professora doutora em Enfermagem, Ana Carla Dantas Cavalcanti. Com grande experiência no cuidado ao paciente, ela se dedica há mais de uma década a estudar, pesquisar e formar enfermeiros líderes de enfermagem na área cardiovascular.

Ana Carla conta que o curso foi elaborado para atualizar enfermeiros que estão atuando na prática profissional desde a atenção primária até a reabilitação cardíaca. A proposta é traduzir os estudos que estão sendo feitos, sintetizá-los e facilitar a transferência desse material para que ele seja melhor implementado na prática, à beira do leito, pelos enfermeiros que atuam na linha de frente.

“O curso começa mostrando a importância de os enfermeiros incorporarem evidências no seu cuidado a fim de melhorar a qualidade da assistência e segurança do paciente, obtendo melhores resultados em saúde”, salienta Ana Carla.

Entre os módulos abordados estão: atendimento a pacientes hospitalizados nas áreas clínica e cirúrgicas e em pós-operatórios de cirurgias cardíacas, procedimentos realizados em serviços de hemodinâmica, cuidados com cateter percutâneo contínuo, cuidados em emergências e cuidados com dispositivos de circulação extracorpórea.

Fazem parte do corpo docente professores e enfermeiros de São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro que estão à frente de serviços vinculados a instituições de ensino e de pesquisa e que exercem um cuidado diferenciado na área de cardiologia. “Cerca de 90% do corpo docente é formado por enfermeiros com doutorado na área cardiovascular, com ampla experiência prática e aptos a trabalhar esse conteúdo absolutamente científico”, ressalta Ana Carla.

Com o curso, espera-se induzir a criação de uma comunidade de enfermeiros em cardiologia, que devem ter voz e espaço para troca de informações. "Que, a partir deste, também possam vir outros, colaborando para o espaço de convivência multidisciplinar entre cardiologistas, enfermeiras e os demais profissionais de saúde. A SBC quer posicionar-se como o local de aproximação de saberes, pensares e fazeres, complementares àquilo que o cardiologista realiza”, finaliza Mesquita.

A Universidade do Coração tem pouco mais de uma década, oferecendo cursos à distância e presenciais. Durante a pandemia, ficou 100% virtual. A entidade está focada em assuntos que impactam no exercício da prática da cardiologia. O caminho da Universidade do Coração é se tornar realmente uma plataforma de educação.

Mais informações e inscrições no curso “Prática baseada em evidências na enfermagem cardiológica” AQUI.

201 visualizações