• Cardiol

SBC fecha parceria de educação continuada para prevenir doenças cardiovasculares com o CONASEMS

Atualizado: Mar 29


Projeto Cuidando do Coração tem foco na capacitação de equipes de saúde dedicadas à atenção primária por meio de plataforma digital.


A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) celebrou, no dia 25 de março, um acordo com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) para promover conjuntamente a educação de equipes de saúde dedicadas à atenção primária de municípios brasileiros nos temas relativos à prevenção das doenças cardiovasculares.

O projeto da parceria, que recebeu o nome de Cuidando do Coração, foi assinado por videoconferência devido a pandemia do novo coronavírus e visa capacitar e qualificar os profissionais de saúde por meio de abordagem multiprofissional e utilização de plataforma digital de ensino à distância. O acordo tem vigência de três anos, podendo ser renovada mediante nova proposta.

A motivação para a realização da parceria, segundo o presidente da SBC, Marcelo Queiroga, deve-se à prevalência e gravidade das doenças cardiovasculares como principal causa de mortalidade no país. “Elas são responsáveis por 30% das mortes todos os anos no Brasil, e no momento que vivemos de aumento no número de casos de Covid-19, que portadores de doenças cardiovasculares podem ter mortalidade de três a quatro vezes maior que outros pacientes e que os afetados com hipertensão arterial têm o risco de morte aumentado em 7,5%, ações voltadas à atenção primária provocam impactos positivos à prevenção de doenças cardiovasculares e também em relação ao manejo de pacientes crônicos”, explica.

O diretor de Promoção de Saúde Cardiovascular da SBC, José Francisco Saraiva, destaca ser fundamental levar aos profissionais de saúde informações sobre as principais doenças crônicas não transmissíveis. “Discutir os problemas de saúde pública, promovendo a interação entre as Secretarias Municipais de Saúde do país e o Sistema Único de Saúde (SUS) e difundindo o conhecimento científico com integridade, ética e inovação, sempre foi o compromisso da SBC, que acredita que investir na atenção primária é essencial para a prevenção de doenças.”

Queiroga lembra que a SBC é uma entidade de vanguarda e que enquanto a maioria dos profissionais de medicina foi contra a regulamentação da telemedicina, a Sociedade, em 2019, editou a Diretriz de Telemedicina Aplicada à Cardiologia. “Trouxemos recomendações para o emprego da atividade baseado na melhor evidência. Com a sua publicação, visamos esclarecer os cardiologistas, a categoria médica e a sociedade em geral sobre as bases científicas e aplicações da telecardiologia”, destaca.

O projeto Cuidando do Coração tem abrangência nacional e vai levar os temas mais importantes sobre doenças crônicas não transmissíveis aos profissionais de 45 mil equipes de saúde da família, de 40 mil unidades básicas de saúde (UBS), distribuídas pelos 5.570 municípios brasileiros. “Este trabalho é muito importante, pois levar informação e conhecimento a quem está à frente do cuidado da saúde da população brasileira é a forma que temos de prevenir as doenças do aparelho circulatório e cuidar dos que já possuem comorbidades crônicas. É investindo na linha de cuidado que vamos diminuir o número de pacientes nos hospitais, onde é despendida grande parte dos recursos públicos”, comenta o presidente do Conasems, Wilames Freire Bezerra.

O acordo prevê que a Sociedade Brasileira de Cardiologia disponibilizará ao menos uma hora meia de conteúdo educacional sobre doenças cardiovasculares voltado para profissionais dedicados à atenção primária. O conteúdo será criado, estruturado e produzido pela SBC, com validação prévia da grade de conteúdo a ser feita pelo Conasems. Todo o conteúdo será transmitido ao vivo online pela SBC com possiblidade de interação com o público e acesso posterior ao material veiculado. Poderá existir conteúdos voltados para diferentes profissionais das equipes de saúde.

Ao Conasems caberá estimular as Secretarias Municipais de Saúde a reservarem o horário dos profissionais de suas equipes de saúde, conforme o conteúdo e no momento de transmissão ao vivo, para a capacitação das equipes. O Conselho também fará ampla divulgação do projeto por todos os meios disponíveis, buscando dar ao acordo maior abrangência no território nacional.

134 visualizações

Sede - Rio de Janeiro

Av. Marechal Câmara, 160

3º andar - Sala: 330 - Centro

Rio de Janeiro - CEP: 20020-907

Confira nossos contatos

Sede - São Paulo

Alameda Santos, 705

11º andar - Cerqueira César

São Paulo - CEP: 01419-001

Confira nossos contatos

Redes Sociais

  • workplace-logo
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Sociedade Brasileira de Cardiologia | tecnologia@cardiol.br

  • workplace-logo
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram