SBC e WHF realizaram primeira reunião sobre o Congresso Mundial de Cardiologia 2022

De 13 a 15 de outubro do próximo ano, em formato híbrido, Brasil sediará maior e mais importante evento da cardiologia


A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e a World Heart Federation (WHF) realizaram, no último dia 21 de agosto, a primeira reunião entre as comissões científicas responsáveis pela organização do Congresso Mundial de Cardiologia 2022, maior e mais importante evento da cardiologia que terá como sede a cidade do Rio de Janeiro. O evento será em formato híbrido, presencial e digital, e ocorrerá de 13 a 15 de outubro do próximo ano, no Centro de Convenções Riocentro, em conjunto com o 77º Congresso Brasileiro de Cardiologia (CBC).


SBC e WHF reuniram-se para tratar sobre o Congresso Mundial de Cardiologia 2022

“Realizamos uma reunião entre as duas comissões científicas, compostas pela WHF e pela SBC. Foi um momento muito amigável, harmonioso e a principal discussão foi sobre o modelo do Congresso Mundial de Cardiologia, que será híbrido, com uma parte da programação presencial e outra digital. A ideia é estimular as pessoas a participarem do evento presencialmente, no Riocentro. Penso que todos estão muito ávidos por reencontrar amigos para uma troca de experiências mais direta e viver o calor do relacionamento humano, profissional e, obviamente, assistir palestras ao vivo, com os palestrantes mais próximos do que temos vivido nesses últimos quase dois anos”, fala Andréa Brandão, diretora de Departamentos Científicos da SBC e Presidente do 77º CBC.


Segundo ela, até por se tratar de um evento mundial, a organização visa oferecer inúmeras atividades no formato online para que pessoas de outros países tenham facilidade para assistir ou mesmo pessoas do Brasil que ainda não se sintam confortáveis ou tenham qualquer outra dificuldade para participar presencialmente ou apenas a preferência por acompanhar via digital.


“Além disso, discutimos temas científicos para o congresso, apresentamos o sistema de temas livres que a SBC já utiliza e foi plenamente aprovado. Houve uma aceitação muito grande por parte do grupo internacional de todas as propostas que nós, brasileiros, levamos a eles, tanto na perspectiva científica como sobre o desenho do evento, das condições do Riocentro, etc. O Congresso Mundial de Cardiologia será de 13 a 15 de outubro, de quinta a sábado, três dias completos de programação. Dia 12, quarta-feira, é feriado no Brasil e dia 16 será um domingo, ou seja, teremos um dia antes e um dia depois para que as pessoas possam ou aproveitar o Rio de Janeiro ou contar com aquele dia para chegar ao congresso e depois para retornar para suas casas”, destaca Andréa.


Ao jornalismo da SBC, a diretora ressaltou ainda que cada detalhe está sendo pensado com muito cuidado e carinho para atender, o máximo possível, os congressistas, criando as melhores condições para que eles participem do congresso e para que seja resgatado o encontro que a SBC sempre busca nos Congressos Brasileiros de Cardiologia e ampliado em 2022 pela presença do Congresso Mundial.


Desde 1950, o Congresso Mundial de Cardiologia tem se destacado no calendário da especialidade, oferecendo uma perspectiva verdadeiramente global sobre a saúde do coração e reunindo milhares de profissionais da cardiologia de todo o planeta, com o objetivo comum de reduzir o impacto das doenças cardiovasculares no mundo.


Esta não será a primeira vez que o evento acontecerá no Brasil. Ele já ocorreu em 1998, também no Rio de Janeiro, quando reuniu 20 mil participantes. Para 2022, a estimativa é de 30 mil congressistas.

124 visualizações