• Cardiol

SBC e UFRJ firmam laços para futuras parcerias

Em encontro com a magnífica reitora, Denise Pires de Carvalho, o presidente Marcelo Queiroga reforçou a importância da entidade no cenário da saúde nacional na promoção de educação médica continuada de qualidade em cardiologia para médicos de todo o país


O presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Marcelo Queiroga, esteve no último dia 24 de fevereiro, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), para uma audiência com a reitora da instituição, professora Denise Pires de Carvalho. Na ocasião, foram discutidas parcerias na área da educação e destinadas à qualificação de cardiologistas brasileiros.


Queiroga destacou que a professora é a primeira mulher à frente da UFRJ e, como médica, conhece profundamente o cenário da saúde e da educação no país. O encontro foi citado como um privilégio e teve ainda a presença da coordenadora de Acompanhamento da Gestão e Controle Interno da SBC e docente da Universidade, Gláucia Moraes.


“Durante essa reunião conversamos sobre parcerias entre as instituições. A Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, juntamente com a Faculdade de Medicina da Bahia, são as primeiras escolas médicas do país, portanto a tradição desse curso em nossa nação começa aqui. Fico muito honrado por ser recebido e em nome dos 14 mil cardiologistas brasileiros agradeço e cumprimento pelo excelente trabalho que Denise tem feito, no enfrentamento da pandemia, estando na linha de frente, trazendo uma nova perspectiva para o Rio de Janeiro”, disse o presidente da SBC.


No final de 2020, Denise esteve na inauguração do Espaço Carlos Chagas, na sede da SBC, no Rio de Janeiro, e lembrou que esse é o século da integração entre as diferentes áreas da pesquisa e das atividades de assistência. A união em nome da produção do conhecimento para o avanço da medicina, do nível curricular até o atendimento dos pacientes, é imprescindível para que haja um tratamento mais personalizado através da chamada medicina de precisão.


Parcerias com uma das principais instituições de ensino e pesquisa do Brasil, além de honraria, ratifica também a importância da SBC no cenário da saúde nacional, que por meio da educação médica continuada de qualidade em cardiologia para médicos de todo o país, cumpre seu objetivo de contribuir com a qualificação dos profissionais para reduzir os óbitos por doenças cardiovasculares.


“É uma honra para nós da UFRJ receber a SBC. Vamos estreitar os laços e aumentar a parceria entre a universidade e essa sociedade científica tão importante para o nosso país”, garantiu Denise ao final da audiência.


74 visualizações