Professores e estudantes de Roraima celebram Dia Mundial do Coração

Durante todo o mês de setembro, oficinas educativas foram realizadas através do programa “SBC vai à escola”, que pela primeira vez chegou à região norte do Brasil


O programa “SBC vai à escola”, da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), chegou à Roraima, sendo a primeira vez que a iniciativa em prol da conscientização dos estudantes do ensino fundamental e médio, bem como de toda a rede escolar, para a promoção de saúde e prevenção de doenças cardiovasculares, alcançou a região norte do Brasil.


No dia 23 de setembro, em reunião com a Diretoria de Promoção de Saúde Cardiovascular da SBC, os monitores – grupo formado por professores, coordenadores e gestores pedagógicos da rede estadual de ensino – apresentaram as oficinas e atividades interdisciplinares desenvolvidas no âmbito do programa e que visam incentivar estudantes e profissionais da educação a adquirirem hábitos mais saudáveis. As atividades foram pensadas de forma a celebrar o Dia Mundial do Coração.


A Diretoria de Promoção de Saúde Cardiovascular da SBC firmou parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED) visando expandir o “SBC vai à escola” via secretarias estaduais, e a primeira que aderiu ao programa foi a Secretaria de Estado de Educação e Desporto de Roraima (SEED), com o apoio da secretária Leila Perussolo. A princípio, participam do programa cinco escolas: 1) Diva Alves de Lima; 2) Euclides da Cunha; 3) São Vicente de Paula; 4) Penha Brasil, e 5) Vitória Mota Cruz.


Além de trabalhar a conscientização da comunidade escolar para a promoção da saúde e prevenção de doenças cardiovasculares, o “SBC vai à escola” almeja a ampliação do conhecimento adquirido em sala de aula fazendo com o que estudante se torne protagonista em ações de prevenção junto a familiares e seus grupos sociais.

Em Roraima, a atuação das escolas se deu de maneira independente, onde cada uma idealizou a programação para melhor participação da comunidade escolar: foram pensadas lives, ações de engajamento social, torneio de futsal e outras atividades físicas, oficinas de nutrição clube de leitura, exposição de trabalhos em sala de aula, entre outras ações.


O “SBC vai à escola” está estruturado em formato intersetorial e interprofissional e contém quatro grandes pilares de ações: Dia da Formação de Monitores, Dia do Coração, Programa de Educação Cardiovascular Continuada e Ampliação das ações preventivas para a comunidade na totalidade.


Leia mais: “SBC vai à escola” chega à Roraima


“Com mais de dez anos de existência, o programa “SBC vai à escola” tem levado, com seu Comitê da Criança e do Adolescente, a importância da promoção da saúde entre os jovens. Além da obesidade infanto-juvenil, são abordados outros fatores de risco como sedentarismo, hipertensão arterial, diabetes, tabagismo e estresse. Nossa grande missão é não somente apresentar os fatores de risco para as doenças cardiovasculares, mas sensibilizar e motivar toda a rede escolar e a sociedade civil a terem um estilo de vida saudável”, fala a cardiologista, coordenadora do programa e do Comitê da Criança e do Adolescente da SBC, Carla Lantieri.

9 visualizações