Nota de Pesar - Prof. Dr. Eduardo Sousa

A Sociedade Brasileira de Cardiologia informa com imenso pesar o falecimento do Prof. Dr. José Eduardo Moraes Rego Sousa. O velório será no Auditório Cantídio de Moura Campos Filho (Auditório A) do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC), avenida Dr. Dante Pazzanese 500, Vila Mariana, São Paulo, das 14 às 16h e o sepultamento no Cemitério da Consolação, na rua da Consolação, 1660 às 17h.

Prof. Dr. Eduardo Sousa foi um pioneiro da cardiologia intervencionista no Brasil e no mundo. Fez uma das primeiras cineangiocoronariografias do país, em 1966, e foi pioneiro mundial na técnica de implante dos stents, em 1987. Poucos anos mais tarde, novamente foi o primeiro a implantar stents farmacológicos no mundo e a conduzir o primeiro estudo clínico com stents farmacológicos.

Nascido no dia 30 de janeiro de 1934, em Pedreiras, Maranhão, realizou sua graduação em medicina pela Universidade Federal de Pernambuco (1958). Concluiu a especialização em Cardiologia Pediátrica, pela Harvard Medical School, em 1963, e o doutorado em Cardiologia pela Universidade de São Paulo, três anos mais tarde.

Foi diretor do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (1983-2004), membro da Academia Nacional de Medicina e associado da SBC.


Em 2020 foi homenageado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia como Destaque da Cardiologia Nacional do século XX e Personalidade da Cardiologia.

Prof. Dr. Eduardo Sousa deixa a esposa, a médica cardiologista, Dra. Amanda Sousa, 6 filhos e netos.

A medicina brasileira se despede de um dos maiores nomes da cardiologia nacional. Prof. Dr. Eduardo deixa um enorme legado, tendo participado da formação de inúmeros colegas, que hoje possuem grande destaque na cardiologia nacional e internacional.

A Sociedade Brasileira de Cardiologia se solidariza com os familiares, colegas e amigos nessa perda irreparável.

467 visualizações