Late-Breaking Clinical Trials, categoria do CBC/Mundial de Cardiologia, serão divulgados em agosto

Apresentação de estudos clínicos randomizados é uma das atrações do evento


Uma das novidades para a 77ª edição do Congresso Brasileiro de Cardiologia, que ocorrerá em conjunto ao Congresso Mundial de Cardiologia, é a apresentação de estudos clínicos randomizados, seguindo o formato já presente em eventos internacionais como os congressos da American Heart Association e do American College of Cardiology. Os Late-Breaking Clinical Trials selecionados serão divulgados no mês de agosto.


O prazo para submissão foi encerrado no dia 20 de junho e a expectativa foi superada com recebimento de trabalhos, além do Brasil, da Europa, América Latina e África. Interessados podiam submeter estudos com resultados inéditos (ainda não publicados ou aceitos para publicação em periódicos científicos) referentes a desfechos primários, sub-análises de desfechos primários e desfechos secundários, assim como updates de resultados de trials já apresentados.


Os Late-Breaking Clinical Trials estão sendo avaliados pela Comissão de Temas Livres. Cada trabalho será avaliado por oito julgadores distintos, de maneira cega, sendo que a menor e a maior nota serão desconsideradas e a avaliação será baseada na média das notas restantes. Serão aprovados quatro Late-Breaking Clinical Trials para apresentação presencial e oral durante o evento.


O 77º Congresso Brasileiro de Cardiologia e o Congresso Mundial de Cardiologia acontecerão de 13 a 15 de outubro, no Centro de Convenções Riocentro, no Rio de Janeiro. O Mundial ocorreu no Brasil, em 1998, também no Rio de Janeiro, quando reuniu cerca de 20 mil participantes. Inscrições e mais informações: www.sbc2022.com.br.

32 visualizações