• Cardiol

Fiocruz reconhece importância da campanha da SBC de conscientização contra o novo coronavírus


Foto: Peter Ilicciev

Para Nísia Trindade Lima, presidente da instituição, ação “De Coração, contra o Coronavírus” pode ajudar a evitar colapso no sistema de saúde


A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) tem um papel central histórico no combate a epidemias no Brasil. Esta experiência que está completando 120 anos está sendo mobilizada para o combate ao novo coronavírus. A Organização Mundial da Saúde (OMS) designou a instituição como referência em Covid-19 nas Américas. Com esta formalização, está atuando em diversas frentes, desde a vigilância ao atendimento aos pacientes, passando pela formação profissional, a pesquisa, a produção de testes, a comunicação pública e a inovação tecnológica, com todos os institutos e unidades da Fiocruz, presentes em dez Estados, mobilizados nesse esforço conjunto.

E no momento que, mais do que nunca, a saúde como valor e direito universal precisa ser afirmada e que se fortalece a importância de políticas públicas baseadas nas melhores evidências científicas, a Fiocruz ratifica as ações da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e apoia a campanha “De Coração, contra o Coronavírus”, que visa levar informação e conhecimento aos profissionais de saúde, aos pacientes, sobretudo aqueles com comorbidades associadas a doenças cardiovasculares e à população em geral sobre as medidas preventivas e de combate à infecção por Covid-19.


“A iniciativa da SBC tem uma fundamental importância ao apoiar as ações do poder público de enfretamento à pandemia, informar e qualificar os profissionais com conteúdo de qualidade, bem como esclarecer a população dos riscos que essa doença traz e como evitá-la”, destaca a presidente da instituição, Nísia Trindade Lima.


Em um momento em que existe o ruído do excesso de informação, com muitas fakes news circulando, para Nísia a campanha se faz necessária ao oferecer informações relevantes e confiáveis para médicos e pacientes, reunidas em um único lugar, com o respaldo técnico e científico de uma entidade com a tradição da SBC. “Sabemos que as cardiopatias são um dos principais fatores de risco para os pacientes da Covid-19, com alto índice de letalidade, e esse grupo merece especial atenção”, afirma.


A campanha da SBC, segundo a presidente da Fiocruz, vai orientar e munir a população e, principalmente, os pacientes de doenças cardiovasculares com informações científicas confiáveis e com orientações importantes sobre prevenção, tratamento e em que situações e como buscar ajuda médica. “Este serviço é essencial tanto para a proteção individual, quanto para prevenção de mortes evitáveis, com a redução no ritmo das infecções e a busca de tratamento no momento certo. Essas atitudes podem permitir que nosso sistema de saúde dê conta de tratar todos os casos, evitando o colapso”, ressalta.


Para Nísia, os médicos e demais profissionais de saúde que estão na linha de frente no combater à Covid-19 são a fortaleza no enfrentamento dessa grave crise de saúde, que afeta diretamente esses especialistas, tanto pela carga de trabalho, quanto do ponto de vista psicológico e até mesmo pelo risco de adoecerem, como tem acontecido. “Por isso, é essencial oferecer a valorização e motivação que eles precisam, mas também as informações qualificadas e, principalmente, a defesa e a proteção desses profissionais. Esse é o papel que a SBC, como entidade, vem cumprir. Além disso, a Sociedade Brasileira de Cardiologia é uma fonte de informação confiável, com respaldo científico, que, sem dúvida, auxilia neste processo de qualificação e atualização desses colaboradores da saúde”, garante.


Geração de conhecimento


A campanha “De Coração, contra o Coronavírus” concentra-se nos meios digitais e nas redes sociais da SBC, como Instagram, Facebook, LinkedIn, Twitter e YouTube, que estão veiculando informações relativas aos riscos da infecção por Covid-19, principalmente aos portadores de comorbidades relacionadas às doenças cardiovasculares, e medidas de prevenção ao novo coronavírus.


No ar desde abril, o portal exclusivo preparado pela SBC para compartilhar as principais informações científicas sobre a Covid-19 pode ser acessado no endereço www.coronavirus.cardiol.online, onde traz tudo sobre a campanha, informações sobre a pandemia no mundo, inclusive mapas interativos atualizados sobre a disseminação do vírus, e-books sobre como cuidar do coração neste cenário, recomendações nutricionais para fortalecer a imunidade cuidando da alimentação e muito mais.


Ao oferecer uma grande quantidade de estudos realizados pelo mundo sobre o novo coronavírus reunidas em um só lugar, assim como os detalhes sobre tratamentos e protocolos, o site lançado pela SBC, promove a atualização dos profissionais de saúde no manejo e tratamento da nova doença, sobre a qual está sendo produzido um grande volume de estudos e informações.


Há aqui, na visão da presidente da Fiocruz, uma importante convergência com a iniciativa da instituição que criou o Observatório Covid-19: o esforço de reunir as melhores evidências científicas, promover a comunicação pública e a informação como base para políticas públicas adequadas a uma epidemia que marca um ponto de inflexão no século XXI, com o questionamento de um modelo desenvolvimento que torna vulneráveis populações de todos os países. “A pandemia desafia a ciência, a sociedade e o próprio pensamento sobre o futuro das nossas relações sociais e com a natureza. Desenvolver pesquisas que respondam às várias perguntas ainda sem solução é um elemento central para enfrentarmos a pandemia hoje e nos prepararmos para a transição, ou seja, a volta a uma situação de normalidade”, acredita.


O maior desafio e prioridade no momento, para Nísia Trindade, tem de ser salvar vidas. Para isso, segundo ela, é preciso diminuir o ritmo de disseminação da doença e evitar o colapso do nosso sistema de saúde, mantendo um alto nível de isolamento social. “Também precisamos olhar para as múltiplas realidades sociais que coexistem no território brasileiro e para as nossas desigualdades. O vírus já chegou às favelas, prisões e comunidades indígenas. Lugares em que o acesso a condições sanitárias é menor e existem menos condições socioeconômicas para cumprir recomendações, como ficar em casa e lavar sempre as mãos. Tudo isso torna essas populações mais vulneráveis à Covid-19.”


Parte da crise vivida no Brasil atualmente no combate à epidemia do novo coronavírus se agrava devido à dependência do país em importar equipamentos, produtos farmacêuticos e testes. “O acesso em larga escala a recursos essenciais, como insumos, ventiladores e equipamentos de proteção individual (EPIs), que estão em escassez no momento, é também um grande desafio a ser superado. A Fundação tem trabalhado para expandir a capacidade de testagem no país e ainda temos o desafio de garantir que tenhamos profissionais de saúde com condições de trabalho em segurança e proteção, além de qualificados e em número suficientes para o enfrentamento da pandemia”, alerta a presidente da Fiocruz.


Aqui, mais uma vez, Nísia Trindade destaca o papel da campanha da SBC, “De Coração, contra o Coronavírus”. “Com o acesso à informação qualificada, o que a Sociedade está proporcionado com sua iniciativa, médicos, gestores, pacientes de doenças cardíacas e a população em geral poderão tomar melhores decisões e fazer melhores escolhas. Na realidade que vivemos, cada um tem um papel a cumprir, no sentido de respeitar as indicações das autoridade sanitárias, o isolamento social responsável e as melhores práticas de prevenção e cuidado para que possamos passar por esta crise. Isso pode salvar vidas”, finaliza.


144 visualizações

Sede - Rio de Janeiro

Av. Marechal Câmara, 160

3º andar - Sala: 330 - Centro

Rio de Janeiro - CEP: 20020-907

Confira nossos contatos

Sede - São Paulo

Alameda Santos, 705

11º andar - Cerqueira César

São Paulo - CEP: 01419-001

Confira nossos contatos

Redes Sociais

  • workplace-logo
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Sociedade Brasileira de Cardiologia | tecnologia@cardiol.br

  • workplace-logo
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram