Doenças cardiovasculares na adolescência é tema de webinar no dia 22

Evento online será realizado em alusão ao Dia do Adolescente, comemorado em 21 de setembro. O sobrepeso e a obesidade em crianças e jovens, por exemplo, são uma grande preocupação, pois podem acarretar vários problemas de saúde, incluindo cardiológicos


Aproveitando que o Dia do Adolescente é comemorado em 21 de setembro, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) vai promover um webinar no dia 22 para chamar a atenção para os cuidados à saúde nesta faixa etária. Intitulado “Prevenção e saúde cardiovascular na adolescência”, o evento online acontecerá das 20h às 21h30. Para participar, basta inscrever-se no canal de webinares da SBC.


Participarão Carla Janice Baister Lantieri, coordenadora do Programa SBC vai à Escola e do Comitê da Criança e do Adolescente da SBC, que dividirá a moderação do encontro junto a Ivan Romero Rivera, diretor científico do Departamento de Cardiopatias Congênitas e Cardiologia Pediátrica da entidade.

As cardiologistas Andressa Mussi, Isabel Guimarães e Cristiane Martins, todas do Departamento de Cardiologia Pediátrica da SBC, serão as palestrantes.


“A entidade está de parabéns por integrar todos nós. É uma ótima oportunidade de discutir esse assunto e colocá-lo em foco dentro do departamento, o que considero muito importante nesse momento”, reconhece Rivera.


Segundo o médico, estudos indicam que a inatividade física leva ao aumento do sobrepeso e à obesidade, os principais fatores de risco de doenças cardiovasculares na adolescência. “Adolescentes com sobrepeso têm maior tendência à hipertensão arterial, aumento do colesterol, gordura no fígado e diabetes mellitus tipo 2”, alerta.


Carla lembra a importância de abordar o assunto quanto antes, pois é muito mais fácil fazer com que uma criança cresça praticando hábitos saudáveis do que impor para um adolescente o que ele pode ou não comer, ou que precisa fazer exercícios físicos. “Cabe ao médico e à equipe multiprofissional e intersetorial trabalharem juntos com o objetivo de acolherem, sensibilizarem e acompanharem as crianças e adolescentes com intuito de se alcançar e construir um estilo de vida saudável para a população jovem. Uma vez que é sabido que 80% das doenças cardiovasculares são evitáveis, há uma necessidade atual e urgente para que se unam forças para se atingir uma saúde integral das crianças e adolescentes: saúde física, mental e social”, fala a cardiologista.


Outro fator de risco é o tabagismo, mesmo com a expressiva queda no percentual de fumantes no Brasil, de acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca). “Um amigo que fuma incentiva outros a experimentarem também. É difícil intervir. E tem o problema do consumo dos cigarros eletrônicos, pois não se sabe das consequências a longo prazo do uso dessas substâncias”, alerta a coordenadora do Programa SBC vai à Escola e do Comitê da Criança e do Adolescente.


Rivera diz também que a pandemia contribuiu para aumentar a inatividade devido às restrições de mobilidade. “Só veremos as consequências daqui a um tempo, quando for possível computar os resultados do que aconteceu com essas crianças e adolescentes que ficaram em casa e não correndo e brincando na escola ou praticando atividade física”.


Outro reflexo da pandemia é a ansiedade, não só em crianças e adolescentes, mas também nos pais. É muito comum os adultos chegarem ao consultório médico com ataque cardíaco ou palpitações, mas não há receita para saber lidar com esses problemas.


“A convivência forçada na família tem criado muita ansiedade e isso será ainda mais evidente nos próximos meses. São efeitos psicológicos e comportamentais do estresse, além dessa ansiedade, dificuldade de memória e concentração, ressentimento, raiva, agressividade, fadiga, incapacidade de relaxar, depressão, inquietação, problemas no sono, mudança de hábitos alimentares, choro, fuga de tarefas, entorpecentes e fuga de relacionamentos”, indica Carla.


Além dos fatores de risco, durante o evento será discutido como é possível colocar em prática o amplo conhecimento que já existe sobre o assunto. “Temos vários programas disponíveis nesse sentido, mas muito ainda precisa ser feito para mudar a realidade. Esse é o tópico mais importante do webinar”, considera Rivera.

O webinar “Prevenção e saúde cardiovascular na adolescência” é voltado para cardiologistas, cardiologistas pediátricos, pediatras e todos os profissionais de saúde que querem atuar na área, como nutricionistas e enfermeiros, entre outros interessados no tema. Será no dia 22 de setembro, das 20h às 21h30. Para participar, basta inscrever-se no canal de webinares da SBC.

60 visualizações