Departamentos especializados e Sociedades estaduais fortalecem a abrangência da SBC

Atualizado: Ago 18

Grande desenvolvimento científico e tecnológico da cardiologia contribui para o aumento dos projetos de pesquisa e expansão da entidade


Com quase oito décadas e cerca de 14 mil sócios, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), em 2021, apresenta-se como uma das mais importantes sociedades científicas do mundo, com uma estrutura composta de 24 Sociedades Estaduais, duas Regionais, 13 Departamentos especializados e 18 Grupos de Estudos. Três desses Departamentos constituem-se em sociedades que abrigam especialistas em diagnóstico e procedimentos terapêuticos invasivos.


A primeira sociedade estadual foi a Sociedade Mineira de Cardiologia (SBC/MG), fundada em 1945, na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. A mais recente é a Sociedade Estadual de Cardiologia do Estado de Rondônia (SBC/RO), criada em 2006.


Além das Sociedades Estaduais, a SBC conta com duas Sociedades Regionais: a Regional Norte-Nordeste e a Regional Centro-Oeste. Esta foi oficialmente constituída em maio de 1993, com a proposta de uma instituição associativa científica e política da região visando o crescimento maior representatividade no cenário nacional.


Já Regional Norte-Nordeste nasceu dos encontros anuais dos cardiologistas daquela localidade que, preocupados com o desenvolvimento científico, criaram a entidade, que passou a existir oficialmente a partir de 1988. O objetivo da criação dessa a Regional foi congregar os médicos cardiologistas que atuavam nos diversos Estados que compõem a aquela região, por meio da realização de eventos científicos, dentre os quais o Congresso Norte e Nordeste de Cardiologia.


“O caráter de entidade científica nacional conferido à SBC, com sua forte presença no território nacional com seus Departamentos Especializados e Sociedades Estaduais e Regionais, possibilita, a partir do planejamento e a execução de diversos projetos em benefício dos associados e da cardiologia brasileira, promover o intercâmbio de informações técnico-científicas de maneira mais fácil, rápida e atualizada”, destaca o diretor de Relações com Estaduais e Regionais, João David de Souza Neto.


Ele ressalta que a atual gestão tem buscado a aproximação e a relação com seus associados, por meio de inúmeros iniciativas, ampliando a difusão do conhecimento científico para levar conteúdo e informação relevante aos cardiologistas de todo o país.


“A SBC sempre foi muito forte e abrangente e tem muito influência perante os cardiologista, as sociedades cientificas, e as modernizações e mudanças feitas ao longo dos anos têm proporcionado uma participação mais ativa dos especialistas em cardiologia. Mesmo em momento difíceis, como os enfrentados com a pandemia de Covid-19, tem agregado mais valor à especialidade, com a participação em grandes estudos clínicos, publicações em revistas internacionais de renome, o que mostra a pujança e a força da Sociedade Brasileira de Cardiologia, necessário não só à população brasileira, bem como ao mercado latino-americano e mundial”, ressalta o Souza Neto.


Cerne científico

O grande desenvolvimento científico e tecnológico da Cardiologia – ocorrido principalmente nas últimas duas décadas –, fruto da pesquisa básica e de estudos utilizando os princípios da Medicina baseada em evidências, modificaram as fronteiras do conhecimento no diagnóstico e tratamento das afecções cardiovasculares.


Ficaram disponíveis novos agentes farmacológicos, mais eficazes, e esquemas terapêuticos de maior resolutividade, apoiados por equipamentos de diagnósticos por imagem mais eficientes, além de procedimentos terapêuticos invasivos mais benéficos e de menor risco.


Esse enorme volume de informações disponibilizadas aos cardiologistas alimentou as diferentes áreas da cardiologia, constituindo um poderoso impulso para o aparecimento de várias subespecialidades, as quais se organizaram em Departamentos especializados: células da base científica e estrutural da SBC, formados por cardiologistas com áreas específicas de interesse nas várias modalidades de abrangência da cardiologia moderna.


A maior parte dos projetos institucionais que tem grande visibilidade é gestada nos Departamentos e fluem para a comunidade por meio deles, constituindo projetos conjuntos de alto impacto social.


Cada Departamento tem diretoria própria composta geralmente por cinco membros e o estatuto define não só as obrigações dos membros diretivos, como e principalmente os objetivos principais de sua existência. Os regimentos nos quais se apoiam têm que obedecer aos princípios gerais do estatuto da SBC, não podendo ter conflitos com ele.


Os membros dos Departamentos têm mantido uma produção permanente de projetos de pesquisa, e um volume considerável de artigos científicos apresentados nos congressos da especialidade e publicados nos Arquivos Brasileiros de Cardiologia (ABC Cardiol) e em outros periódicos indexados internacionais, sendo assim responsáveis pela projeção científica da Sociedade Brasileira de Cardiologia.


Os Grupos de Estudo, por sua vez, têm origem e estão ligados aos Departamentos e visam aprofundar conhecimentos ou desenvolver pesquisas em ramos específicos do conhecimento na área do Departamento.


A SBC, assim constituída, cobre todas as áreas da cardiologia, por meio da ação dos Departamentos e precisou de uma diretoria específica, que tem como principal missão ser o interlocutor dos Departamentos nas demandas junto à diretoria da SBC, e tem assento permanente na comissão científica.


Essa base departamental da SBC permite equacionar, divulgar e melhorar as medidas contemporâneas da cardiologia moderna, que podem aperfeiçoar os recursos e diminuir em até 40% os gastos da entidade, sempre preservando a ética no binômio ética/economia da saúde.


“Os Departamento representam a liderança científica das diferentes subáreas da cardiologia dentro da SBC. Isso permite que se reúna as principais lideranças científicas e desenvolva atividades tanto de educação médica quanto de atualização ou proposição de novas iniciativas dentro dessas subespecialidades, que vão ao encontro da missão da entidade”, explica Andréa Araújo Brandão, diretora de Departamentos Especializados.


Para ela, os Departamentos são uma porta de entrada para os novos associados, para os jovens cardiologistas, que hoje têm interesses focados em algumas subáreas ou pretendem seguir uma especialização ou dedicar-se mais a uma subespecialidade determinada da cardiologia.


“A SBC é uma referência para toda a cardiologia brasileira, é uma sociedade médica bem estruturada, que presa pela continuidade de ações há 78 anos, com um congresso anual, e que desenvolve ao longo de todo o ano inúmeras atividades que buscam levar o conhecimento científico sobre as diferentes áreas da cardiologia aos seus associados e isso se dá em diferentes formatos. Dessa maneira, a SBC representa uma oportunidade de encontro dos cardiologistas das diferentes partes do país, proporcionando a interação, a troca de experiências, a interação e o desenvolvimento de projetos de pesquisa com profissionais e cardiologias de todos os cantos do país”, destaca Andréa.

Mensagens à SBC:

“Em 14 de agosto de 1943 foi fundada, em São Paulo, a Sociedade Brasileira de Cardiologia, data esta propícia para se celebrar o Dia do Cardiologista.

Celebrando este dia, deixo uma mensagem de otimismo:

Dentre as várias especialidades médicas de nosso país, a Cardiologia sempre ocupou um papel de destaque; tenho certeza de que para o novo normal, esta especialidade de excelência estará apta a oferecer o melhor à população brasileira, que tanto necessita para reverter as altas taxas de mortalidade por doença cardiovascular.”

Antonio Carlos Palandri Chagas

Presidente SBC/Departamento de Aterosclerose (DA)

"Hoje é celebrado o dia do médico especializado no diagnóstico, acompanhamento e tratamento de doenças e disfunções relacionadas ao coração e à circulação sanguínea.

Cardiologistas, muito obrigado pela dedicação diária a milhares de vidas e parabéns pelo caminho profissional escolhido.

Orgulho de ser cardiologista!"

SBC/Sociedade Norte-Nordeste de Cardiologia (SNNC)

“Nosso coração é lembrado nos momentos mais importantes da vida de cada pessoa. Quando ele bate mais rápido pelo nascimento de um filho, quando ele aperta ao sentir a dor da perda ou quando ele acelera pela felicidade de uma conquista. Para os profissionais responsáveis em cuidar e manter o coração no ritmo certo, pronto para receber cada estímulo, o nosso muito obrigado!

A SOBRAC deseja um Feliz Dia do Cardiologista!”

SBC/Sociedade Brasileira de Arritmia Cardíaca (SOBRAC)


51 visualizações