Curso ensina como usar diretrizes na prática clínica

Atualizado: 1 de set.

O primeiro módulo aborda a Insuficiência Cardíaca e sete casos clínicos


A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) oferece os Cursos de Diretrizes Aplicadas à Prática Clínica. Em formato remoto e síncrono, as aulas exploram a aplicabilidade das diretrizes brasileiras mais recentes na rotina de atendimento. O primeiro módulo, focado na Atualização de Tópicos Emergentes da Diretriz Brasileira de Insuficiência Cardíaca – 2021 | Ano: 2021, apresenta sete casos clínicos, com aulas às segundas-feiras, entre 24 de outubro e 12 de dezembro, às 20h. As inscrições estarão abertas na segunda quinzena de setembro e poderão ser realizadas pelo site da Universidade do Coração.


Fabiana Marcondes-Braga, coordenadora dos cursos, afirma que o objetivo da iniciativa é melhorar o tratamento dos pacientes com Insuficiência Cardíaca a partir do aprimoramento dos especialistas. “A diretriz acaba sendo bastante teórica e, muitas vezes, é difícil aplicá-la no caso clínico que está diante do cardiologista. O modelo dos cursos permitirá aproximar as recomendações da prática clínica, facilitando seu entendimento e sua aplicação”, diz.

No primeiro módulo dos cursos serão trabalhados casos de insuficiência cardíaca com fração de ejeção reduzida (ICFEr), com fração de ejeção levemente reduzida (ICFEIr), com fração de ejeção preservada (ICFEp), de amiloidose, de insuficiência cardíaca e fibrilação atrial, de insuficiência cardíaca avançada e de choque cardiogênico. A diretriz inclui definições e classificações atualizadas dos quadros, além de recomendações sobre métodos diagnósticos, tratamento e abordagem do paciente. Essa iniciativa prevê a capacitação do cardiologista para “aprender a fazer” por meio das diretrizes. É uma forma de o cardiologista entender a aplicabilidade do que cada diretriz traz de novo por meio de casos reais”, diz Fabiana.

Além da insuficiência cardíaca, os cursos ainda terão mais três módulos focados na Atualização das Diretrizes Brasileiras de Valvopatias – 2020 | Ano: 2020, na Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial – 2020 | Ano: 2021 e na Diretriz de Dispositivos Cardíacos Eletrônicos que ainda será lançada. Fabiana diz que além da aplicação prática, os cursos também serão pontes entre as diferentes áreas que as diretrizes abrangem. “Um dos principais objetivos do projeto é promover a interação entre diferentes disciplinas, diferentes especialidades e diferentes departamentos da SBC, visando o melhor tratamento do paciente", afirma.

Para definir quais diretrizes seriam trabalhadas nos cursos, a Universidade do Coração da SBC se baseou em três critérios: lançamentos mais recentes, ranking de diretrizes mais acessadas entre 2020 a 2021 e temas para cursos mais citados nas pesquisas recentes com associados e acadêmicos. As discussões do programa incluem explicação prática das diretrizes nacionais assim como comparativos com as europeias e americanas.

149 visualizações