• Cardiol

Correios lançam selo personalizado em homenagem aos 77 anos da SBC

Lançamento ocorreu durante a inauguração do Espaço Carlos Chagas, na sede da entidade no Rio de Janeiro e traz a pintura “No Coração dos Trópicos”, que retrata os 100 anos da cardiologia brasileira



Em homenagem aos 77 anos da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e ao 75º Congresso Brasileiro de Cardiologia (CBC), os Correios lançaram, dia 20 de novembro, durante a inauguração do Espaço Carlos Chagas, na sede da entidade no Rio de Janeiro, o selo personalizado, que traz na sua imagem o mural “No Coração dos Trópicos”, obra do artista plástico Flávio Tavares. A pintura é um dos destaques do espaço e reflete as influências da cardiologia nacional e a ambiência que também propiciou sua consolidação entre as mais importantes do mundo.


O lançamento de um selo é motivo de orgulho, pois em um pequeno pedaço de papel registram-se momentos e fatos relevantes. Os selos, que circulam por todo o país e pelo mundo, divulgam cultura, riquezas naturais e o patrimônio de uma nação.


Em tempos de distanciamento, possuem a capacidade de unir pessoas seja por meio das correspondências, da arte do colecionismo e, até mesmo, pelas exposições temáticas virtuais, disponíveis nas redes sociais.


“É com grande satisfação e muito orgulho para os Correios registrar por meio deste selo os 77 anos da SBC. O lançamento é motivo de alegria para os Correios, para a comunidade e para as instituições envolvidas. Essa é a beleza do selo, sua capacidade de unir as pessoas mesmo em tempos de distanciamento. O selo personalizado é uma peça estratégica que possui alto valor simbólico”, disse o gerente da região de atendimento e vendas dos Correios do Rio de Janeiro, Euler Faustino Bragança, que conduziu o ato de lançamento.


Participaram da obliteração, que é o ato de carimbar o selo, tornando-o oficialmente lançado, o presidente e o vice-presidente da SBC, Marcelo Queiroga e Celso Amodeo; e o professor catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e presidente-eleito da World Heart Federation (WHF), Fausto Pinto.


“É uma honra muito grande para a SBC ter seus 77 anos de história homenageados neste selo dos Correios, que não homenageia somente a entidade, mas mais de um século de desenvolvimento da cardiologia no Brasil. Esse é o norte do mural “No Coração dos Trópicos”, pintado pelo artista Flávio Tavares. Temos, agora, em exposição permanente no Espaço Carlos Chagas a arte e a medicina para ajudar os desafios da saúde pública, uma árdua batalha que nunca termina. E com os selos, viajaremos pelo país e pelo mundo. Gratidão por fazer parte deste momento”, disse Queiroga.


O mural “No Coração dos Trópicos”, que virou selo dos Correios, integra o projeto “Memória da Cardiologia Brasileira”, que teve início em agosto, com a inauguração do painel que mostra a cronologia dos marcos científicos da especialidade no país, também na sede da SBC no Rio de Janeiro.


A aquarela traz desde a mudança do perfil nosológico do brasileiro até a alteração no padrão assistencial, em um universo de cores que retrata o humanismo que deve sempre nortear o exercício da medicina, a pesquisa e a evolução dos tratamentos.

64 visualizações