Brasil sediará Congresso Mundial de Cardiologia em 2022

Maior e mais importante evento da cardiologia volta ao Rio de Janeiro após 24 anos; a última vez que o WCC veio à América do Sul foi na Argentina, em 2008


O evento será realizado pela World Heart Federation em parceria com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, e visa a promoção da saúde, bem como a conscientização sobre a prevenção e o tratamento dos fatores de risco para doenças cardiovasculares


Em 2022, o Brasil será palco do maior e mais importante acontecimento da cardiologia mundial. A cidade do Rio de Janeiro sediará o World Congress of Cardiology (WCC), liderado pela World Heart Federation (WHF). O evento acontecerá em outubro, no Centro de Convenções Riocentro, com o 77.º Congresso Brasileiro de Cardiologia (CBC), que será realizado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC).


Desde 1950, o WCC tem se destacado no calendário da especialidade, oferecendo uma perspectiva verdadeiramente global sobre a saúde do coração e reunindo milhares de profissionais da cardiologia de todo o planeta, com o objetivo comum de reduzir o impacto das doenças cardiovasculares no mundo.


Esta não será a primeira vez que o WCC acontecerá no Brasil. Ele já ocorreu em 1998, também no Rio de Janeiro, quando reuniu 20 mil participantes. A última vez que o evento foi sediado na América do Sul foi em 2008, em Buenos Aires, capital da Argentina.


“Tenho prazer em anunciar que a World Heart Federation (WHF) fará parceria com a Sociedade Brasileira de Cardiologia para nosso próximo Congresso em 2022. Será um prazer ver a SBC se juntar a nós e a toda a comunidade do sistema cardiovascular, em outubro de 2022, no Rio de Janeiro, onde a saúde mundial terá destaque. Este será o primeiro Congresso Mundial de Cardiologia totalmente híbrido, com um programa completo de sessões presenciais e virtuais. Junte-se a nós no Rio em 2022! Nos vemos no Brasil!”, convida o presidente da WHF, professor Fausto Pinto.



Trazer o WCC para o Brasil, mais especificamente para o Rio de Janeiro, significa transformá-lo em Cidade do Coração. Desde a candidatura à WHF, o prefeito Eduardo Paes declarou apoio integral ao protagonismo do município como plataforma global para profissionais em saúde cardiovascular.


“O Rio de Janeiro tem muito orgulho de ser a sede do Congresso Mundial de Cardiologia, em 2022. Todos os corações do mundo estarão voltados para a Cidade Maravilhosa. Tenho a certeza de que os cariocas receberão a todos de braços abertos”, afirmou o prefeito após a confirmação da cidade-sede.


Com uma estimativa de 30 mil participantes, muitos deles internacionais, o WCC movimentará a cidade também do ponto de vista econômico: a expectativa de receita com turismo é de US$ 50 milhões (R$ 262,69 milhões em conversão atual): “Além de reunir os melhores médicos da especialidade, será um evento de grande importância econômica. “Ciência e turismo estarão unidos para o Rio voltar a dar certo”, completa Paes.


Congresso Brasileiro de Cardiologia


Já o Congresso Brasileiro de Cardiologia, que vem se firmando como o maior congresso da especialidade na América Latina e o quarto maior do mundo, chegará à 77.ª edição em 2022, voltando ao formato presencial após um interlúdio de dois anos com edições digitais, devido à pandemia de Covid-19. Com o WCC, a SBC espera uma edição com recorde de público.


Este gigantesco empreendimento terá à frente a Dra. Andréa Brandão, como presidente. Ela é professora titular de Cardiologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Diretora do Departamento Científico da SBC, com vasta experiência em organização de eventos na área de cardiologia.


“Estamos muito satisfeitos com este desafio e daremos o nosso melhor para organizar o melhor congresso de cardiologia que o Brasil já teve - após um intervalo tão longo devido à pandemia, estamos ansiosos para encontrar nossos amigos da cardiologia e continuar aprendendo cada vez mais sobre doença cardiovascular. Em 2022, estaremos todos juntos no Rio”, comemora.




1,580 visualizações