Arritmias cardíacas: novidades são destaques no WCC 2022

Atualizado: 17 de ago.

Ablação por radiofrequência, cardioversor desfibrilador e estimulação fisiológica são técnicas com atualizações importantes e que fazem parte das

discussões do congresso


Os tratamentos para fibrilação atrial aumentaram significativamente. Em especial a ablação por radiofrequência, técnica conhecida há 20 anos, ganha novos contornos. Leandro Ioschope Zimerman, membro do Comitê Organizador dos Congressos Brasileiro e Mundial, destaca que o procedimento se tornou mais preciso e seguro com novos cateteres, combinado a anticoagulação e a exames como o ecocardiograma intracardíaco. “Há 15, 20 anos atrás esse era um procedimento de alto risco, com complicações maiores que 10%. Hoje as complicações são poucas e aí está a importância da atualização”, diz Zimerman.


O painel presente na programação do WCC 2022, “Tópicos emergentes em arritmias cardíacas”, acontece em 13 de outubro, às 10h40, no Auditório 01. Zimerman participa da atividade e destaca que, além da ablação, inclui tópicos sobre a oclusão do apêndice atrial. O cardiologista também ressalta que trabalhos sobre a importância de manter o ritmo normal do coração, uma discussão histórica da área, serão apresentados durante o congresso.


As arritmias ventriculares também são destaques da programação, em especial em torno dos dispositivos implantáveis. As principais novidades são as novas formas de aplicação do cardioversor desfibrilador, por métodos de implantação subcutânea, e a estimulação fisiológica. “A estimulação fisiológica permite estimular o sistema de condução elétrico e com ela é possível melhorar a efetividade do coração, a insuficiência cardíaca, até diminuir o tamanho do coração e, por consequência, melhorar as arritmias ventriculares”, diz Zimerman.


Em relação aos anticoagulantes, Zimerman destaca que as principais discussões ocorrem em torno da indicação para grupos específicos como os idosos. Debates recentes mostram que mesmo em pacientes de alto risco, o uso desses medicamentos pode trazer benefícios. “As diretrizes europeias de 2020 determinam que os anticoagulantes são preferenciais em relação aos antigos. Hoje as mudanças são menores, mas os conhecimentos pontuais,visando os grupos de risco, estão sendo constantemente atualizados.


Confira a programação completa do WCC 2022: https://www.sbc2022.com.br

320 visualizações