ABC Cardiol de abril publica Diretriz Conjunta sobre Tromboembolismo Venoso (TEV)

O documento traz uma recomendação única de padronização do diagnóstico clínico, laboratorial e de imagem do TEV, que se aplique como fonte de informação aos médicos brasileiros


Foi publicada, na edição de abril dos Arquivos Brasileiros de Cardiologia (ABC Cardiol), a Diretriz Conjunta sobre Tromboembolismo Venoso (TEV), realizada pelo Departamento de Imagem Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia (DIC/SBC), Colégio Brasileiro de Radiologia (CBR), Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV) e Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear (SBMN). O documento aborda aspectos clínicos e diagnósticos, com objetivo de criar uma recomendação única entre as quatro sociedades, que sirva como fonte de informação para os médicos brasileiros, assim como padronize o diagnóstico clínico, laboratorial e por imagem do TEV.


Para os médicos clínicos e cirurgiões, a publicação reúne informações relevantes a respeito da abordagem diagnóstica do TEV, além de dados sobre a acurácia das ferramentas diagnósticas utilizadas na prática diária. Para os médicos imaginologistas, a diretriz traz uma descrição detalhada sobre os protocolos de exames que podem auxiliar na realização de diagnósticos mais precisos, contribuindo para a melhor condução clínica dos casos de TEV suspeitos ou confirmados.


A recomendação teve como base a revisão de diretrizes e estudos populacionais e de caso existentes na literatura, assim como a expertise das entidades médicas. Divididos em grupos, cada equipe de trabalho ficou responsável por compilar dados e redigir as orientações e, posteriormente, apresentaram o texto revisado para os ajustes finais.


Acesse a Diretriz Conjunta sobre Tromboembolismo Venoso aqui.


Webinar “Tromboembolismo Venoso: Atualizando a diretriz de 2022"


No último dia 12 de maio, a SBC realizou um webinar especial que discutiu os principais aspectos da Diretriz Conjunta sobre Tromboembolismo Venoso (TEV) frente a demanda que envolve o tratamento adequado em torno da doença.


Sob a coordenação do membro do Conselho Administrativo da SBC, Weimar Kunz Sebba Barroso de Souza, e moderação da cardiologista Ana Cristina Lopes Albricker, participaram o representante da SBACV, Marcone Lima Sobreira, que abordou os “Aspectos clínicos do tromboembolismo venoso”; a coordenadora do setor de Ecocardiografia do Hospital Quinta Dor (RJ), Monica Luiza de Alcântara, que trouxe discussões sobre “O papel da ecocardiografia na avaliação do tromboembolismo pulmonar”; e a assistente do serviço de ecocardiografia do hospital Rede Dor Brasil (DF), Simone Nascimento Santos, à frente da palestra “Ultrassonografia venosa dos membros inferiores – acurácia diagnóstica e ‘ptifalls’”.


Acompanhe o calendário de eventos pelas redes sociais da SBC.

312 visualizações