ABC Cardiol atinge fator de impacto de 2 pela JCR

Revista cardiovascular, considerada a mais importante da América Latina, recebeu a maior métrica entre as publicações de sua especialidade. Fator de impacto qualifica publicações com base nas citações que elas recebem


A revista Arquivos Brasileiros de Cardiologia (ABC Cardiol), publicação mensal da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), e considerada o principal veículo de divulgação das pesquisas cardiovasculares do Brasil e da América Latina, atingiu seu maior fator de impacto da história. O índice é medido através de métrica que qualifica as publicações científicas com base nas citações que elas recebem.


Pela primeira vez na história, o ABC Cardiol recebeu fator de impacto de 2,0, isso significa que os artigos publicados pela revista tiveram, em média, duas citações por publicação. A métrica vale para citações que ocorreram no ano de 2020 e considera as edições de dois anos anteriores, portanto, 2018 e 2019.


“O fator de impacto é um índice que dá a qualidade da publicação científica e se baseia em algo que pouco se pode controlar, quando os artigos que você publica são citados por outras revistas, por outros artigos científicos. Esse índice é basicamente a divisão de quantas citações você tem sobre o número de artigos que você publicou. Ele mostra, para cada artigo que você publicou, quantas citações ele teve. É muito difícil de você aumentar esse fator, é super concorrido, porque as pessoas geralmente citam as revistas mais conhecidas, então você tem que fazer um trabalho muito forte de seleção dos artigos que serão publicados em sua revista, para eles serem citados por outros colegas em outras publicações”, fala o cardiologista e editor-chefe do ABC Cardiol, Carlos Eduardo Rochitte.


Deve-se mencionar ainda que não há um número de fator de impacto bom ou certo. Para saber se uma revista possui “bom” fator de impacto, basta compará-la com outras revistas dentro de sua categoria de assunto. Quanto maior o fator de impacto, mais bem classificada a revista é. Ou seja, trata-se um cálculo que permite classificar as revistas em um ranking.


“Pelo fator de impacto, nós somos a revista cardiovascular número um da América Latina. Não é nada fácil de se alcançar. É preciso desenvolver um trabalho de muita qualidade para gerar citações de pessoas que você nem conhece, de outras revistas, de outros locais do mundo. É um trabalho de toda a comunidade científica da SBC e, principalmente, dos autores e revisores que nos ajudam a selecionar os melhores artigos para serem publicados”, reitera Rochitte.


A base estatística para o fator de impacto é a Journal Citation Reports (JCR), da editora Clarivate Analytics, um recurso que permite avaliar e comparar publicações científicas utilizando dados de citações extraídos de revistas acadêmicas e técnicas, e o impacto destas na comunidade científica indexadas pela coleção principal da Web of Science.


Por meio da JCR é possível verificar os periódicos mais citados em uma determinada área e a relevância da publicação para a comunidade científica por meio do fator de impacto. Ela avalia revistas de 3.300 editores, cerca de 200 disciplinas, e 60 países. É possível verificar estatística de citações desde 2001 até o presente.


A publicação científica brasileira melhor colocada no ranking é a Revista Memórias, da Fundação Oswaldo Cruz.


O ABC Cardiol é produzido desde 1948 e traz além dos artigos originais com dados inéditos na literatura, revisões confiáveis, pontos de vista bem equilibrados e comentários editoriais curtos sobre artigos importantes. Cartas de pesquisa transmitem opiniões de especialistas sobre inovações, novas tecnologias e questões críticas no campo da cardiologia. Todo o material publicado é lançado em inglês e português.


A publicação é indexada em todas as principais bases de dados internacionais (incluindo PUBMED) e os membros do conselho editorial e editores estão entre os pesquisadores mais conceituados no Brasil e no exterior.


Acesse https://abccardiol.org/ e confira a edição mais recente.



Reunião online para comemorar o fator de impacto de 2 da revista ABC Cardiol

66 visualizações