SBC promove campanha de conscientização e incentivo ao abandono do hábito de fumar

Em alusão ao Dia Mundial Sem Tabaco (31 de maio), entidade realiza ação focada no público jovem explorando os malefícios do cigarro, dispositivos eletrônicos e narguilé


Criado em 1987 pela Organização Mundial da Saúde para alertar a população sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo, o Dia Mundial Sem Tabaco (31 de maio) é uma data importante para a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), que programou diversas ações de conscientização em seus canais de comunicação @coracao.br e ativações presenciais na cidade de São Paulo.


Uma delas acontecerá no próprio dia 31 de maio, na Estação da Sé do Metrô de São Paulo. As pessoas que passarem pelo local serão impactadas por um painel instagramável, placas e mascotes que podem ser utilizados para postar fotos nas redes sociais, incentivando o abandono do hábito de fumar. Além disso, os conteúdos reforçarão que que o consumo de tabaco não é seguro em nenhuma forma, incluindo os dispositivos eletrônicos e o narguilé, outro hábito que vem crescendo muito entre jovens.


A iniciativa faz parte da campanha da SBC “Falando de Coração: você sabe o que acontece com seu organismo ao parar de fumar?”, que conta, ainda, com uma cartilha educativa que pode ser baixada e compartilhada com seus pacientes clicando aqui.


Além dessas iniciativas, também faz parte do projeto “Cuidando do Coração”, a realização do webinar “Pré-natal e a prevenção do tabagismo na gravidez: importância do conhecimento materno sobre os malefícios para a saúde cardiopulmonar, promovido pela SBC em parceria com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).


O evento será transmitido pelo YouTubeube do Conasems (clique aqui) no dia 31 de maio, às 15h com a palestra da Marilene Bahia, cardiologista e membro titular do Departamento de Hipertensão e da Mulher da SBC, e moderação de Aristóteles Alencar, coordenador do Programa Estadual de Controle do Tabagismo do Estado do Amazonas.

As ações têm o apoio do Departamento de Cardiologia da Mulher (DCM) e do Departamento de Cardiopatias Congênitas e Cardiologia Pediátrica (DCC-CP), da SBC.


Divulgue aos seus pacientes!

94 visualizações