• Cardiol

Comunicado sobre o risco de cetoacidose em usuários de inibidores do SGLT2

A Sociedade Brasileira de Cardiologia – SBC e os Departamentos Especializados de Cardiologia Clínica – SBC/DCC e Aterosclerose – SBC/DA cumprem o dever de informar a todos os cardiologistas, à classe médica e à população em geral que foi feita a notificação da ocorrência de cetoacidose diabética em alguns pacientes utilizando medicamentos da classe dos inibidores do SGLT2.


Confira aqui o comunicado detalhado.


Atenciosamente,


Emilio Cesar Zilli Diretor Administrativo


Angelo Amato Vincenzo de Paola Presidente


Sociedade Brasileira de Cardiologia

13 visualizações