Sede - Rio de Janeiro

Av. Marechal Câmara, 160

3º andar - Sala: 330 - Centro

Rio de Janeiro - CEP: 20020-907

Confira nossos contatos

Sede - São Paulo

Alameda Santos, 705

11º andar - Cerqueira César

São Paulo - CEP: 01419-001

Confira nossos contatos

Redes Sociais

  • workplace-logo
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Sociedade Brasileira de Cardiologia | tecnologia@cardiol.br

  • Cardiol

Carta das Mulheres é entregue à ministra Carmen Lúcia


Documento ressalta que a doença cardiovascular na mulher é um problema de saúde pública que requer atenção especial do Poder Público

A ex-presidente do Supremo Tribunal Federal e ministra do STF, Cármen Lúcia Antunes Rocha, recebeu das mãos do presidente eleito da SBC, Marcelo Queiroga, e das cardiologistas Olga Souza e Glaucia Moraes a “Carta das Mulheres”, em João Pessoa, na Paraíba.

O documento contém as ações que serão adotadas pela Sociedade Brasileira de Cardiologia para alertar as autoridades públicas e a sociedade civil sobre a necessidade de priorizar o tema e foi elaborado no Simpósio Mulheres do Coração, realizado na capital paraibana, nos dias 17 e 18 de maio. Na ocasião, a ministra do STF estava na cidade para o Congresso de Direito Constitucional.

A carta destaca que a prevenção poderia evitar 80% das mortes prematuras por doenças cardiovasculares e pede o apoio de Cármen Lúcia na grande mobilização nacional que a SBC promove para ampliar as ações relativas à causa, entre elas, a criação de um grupo de discussões permanente “que exerça um papel de liderança nas políticas brasileiras para a saúde, fornecendo aos gestores uma visão geral da relevância das doenças cardiovasculares nas mulheres, para que possam traçar ações estratégicas para reduzir a prevalência de fatores de risco, melhorar o diagnóstico e a abordagem terapêutica, reduzindo assim sua mortalidade e morbidade”, diz o documento.

O Projeto de lei (PL 1136/2019), de autoria da Deputada Mariana Carvalho, que tramita no Congresso Nacional para a criação do Dia Nacional de Conscientização das Doenças Cardiovasculares na Mulher, também foi citado.

“É fundamental que tenhamos o apoio de personalidades tão respeitadas no meio jurídico brasileiro, como a ministra Cármen Lúcia, que foi a segunda mulher a integrar o STF. Só assim atingiremos nossos objetivos”, comemorou Queiroga.

Visite o site www.mulheresdocoracao.org.br

6 visualizações
  • workplace-logo
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram